Série Grandes Maestros do Cinema: Episódio 02 – Bernard Herrmann.

Olá pessoal! Prosseguindo com a proposta de abordar os grandes compositores da sétima arte e dando continuidade à série “Grandes maestros do cinema”, como é sabido, mas vale a pena lembrar os posts que seguirão irão trabalhar com uma breve biografia de cada autor e uma escolha de alguns filmes em que suas músicas fizeram parte da obra, vale lembrar que essa não é uma lista de preferências e sim com caráter exemplificativo, que não anula o fato da galera ir lá e procurar assistir os demais filmes da carreira do maestro.

E para o segundo capítulo dessa série de posts vamos conhecer Bernard Herrmann, um importante compositor norte americano que fez história ao trabalhar fielmente com Alfred Hitchcock.

Bernard Herrmann nasceu na cidade de Nova Iorque em 29 de Junho de 1911, criado numa família com doutrina judaica e sempre teve o incentivo de seu pai para com a música. Com vocação e talento decidiu estudar na Universidade da cidade onde nasceu e prestou graduação sob a tutela de dois compositores acadêmicos de renome: Percy Grainger e Philip James.

Em 1934 sua carreira deu um importante passo rumo ao sucesso quando teve a oportunidade de faze parte da equipe de produção do canal CBS onde pouco tempo depois conseguiu alcançar o posto de coordenador chefe da orquestra sinfônica do canal.

Depois de conseguir angariar importantes feitos Herrmann conheceu Orson Welles que extasiado com seu talento o convidou a fazer parte de seus projetos como músico o que desemboca no ano de 1941 quando Welles concebe o clássico Cidadão Kane e entre as diversas nomeações ao Oscar daquela ocasião eis que estava Bernard Herrmann indicado como melhor musica para filme dramático.

Mas a cereja no bolo da carreira desse grande maestro foi mesmo a parceria e confiança que ele tinha ao lado de Alfred Hitchcock, um dos cineastas mais importantes da história. Os trabalhos que se iniciaram em 1955 com o filme O Terceiro Tiro se estenderam até Marnie em 1964, nesse período de tempo compreenderam verdadeiras lendas do cinema tais como Psicose, Intriga Internacional e Um Corpo que Cai.

Então sem mais delongas, vamos aos filmes:

Cidadão Kane

Diretor: Orson Welles

Ano: 1941

Um Corpo que Cai

Diretor: Alfred Hitchcock

Ano: 1958

Intriga Internacional

Diretor: Alfred Hitchcock

Ano: 1959

Psicose

Diretor: Alfred Hitchcock

Ano: 1960

Taxi Driver

Diretor: Martin Scorsese

Ano: 1976

 

Sobre Plataforma Geek

Plataforma Geek

Admin da porra toda.

Veja Tambem

Bons motivos para ver Sing Street: Música e Sonho

Se você é, como eu, do tipo que curte garimpar o catálogo do Netflix buscando …